11 de agosto de 2016

O PRIMEIRO LIVRO QUE LI


Algumas pessoas – não muitas –, me perguntaram qual foi o primeiro livro que li e em que ano comecei a ler. Vou responder a isso neste post, então, continuem lendo.
Não faz muito tempo que comecei a ler e vou explicar o porquê. Entre meus sete e dez anos, eu li alguns livros que era oferecido pela biblioteca da minha escola, porém, eram um ou outro e não lembro muito da história, entretanto, sempre observei muito a minha mãe que sempre gostou de ler e eu achava muito estranho ela conseguir ler um livro de 300 páginas em 3 dias. Aos meus onze anos, fui para uma nova escola, e essa escola que é a que frequento até hoje, não tem muitos livros, a biblioteca é bem “pobrezinha” e nunca me interessei muito pelos livros de lá. Então até aí, eu ainda não tinha sentido essa paixão por livros.
Porém isso logo mudou. No ano de 2013, quando eu tinha 13 anos, a atriz Mel Fronckowiak lançou seu livro (Inclassificável – Memórias da Estrada). Confesso que comprei esse livro, porque era fã da Mel da época em que ela atuava em Rebelde, sim, eu era muito fã de Rebelde brasileiro.
Lembro-me que peguei o livro, sentei em minha cama, era mais de meia noite e o olhei, vi quantas páginas tinha, eram 96. Comecei a ler. Não parei até chegar no fim.
O livro da Mel, é sobre a a época da turnê de Rebeldes, mas não sobre isso e sim sobre o que ela via, sobre sentimentos que sentia em cada lugar que estava, em algo que via. Mel Fronckowiak foi a primeira escritora a dividir comigo, suas palavras.
A verdade é que a estrada, silenciosa, compartilha dores e despedidas. Compartilha partidas e reencontros, possibilita sonhos. É a sina de levar e trazer, de nada falar, de não poder chorar. É a sina de não poder abraçar sem braços nem pegar no colo as dores do mundo.
Os versos, cada linha, cada palavra de tudo o que ela escreveu me fazia pensar e fiquei fascinada. Como um simples livros poderia me fazer pensar em tanta coisa? Não acreditava naquilo.
Já reli o livro várias e várias vezes e tenho um carinho e um amor muito especial por ele, pois foi o primeiro livro de minha estante. Mel Fronckowiak me levou para o maravilhoso e melhor mundo que é o mundo da leitura. Sou muita grata a ela por isso e espero que ela escreva mais livros, pois eu irei ler.
Respondido as questões do primeiro livro que li e quando comecei a ler. Só quero dizer para que se vocês não conhecem esse livro, procurem saber mais sobre ele e se quiserem comprar, só digo que não vão se arrepender, pois é maravilhoso e merece que esteja na estante de todos.
Comentem aqui embaixo se já leram ou se pretendem ler. Me contem o primeiro livro que vocês leram e quando foi, ok?

Nenhum comentário:

Postar um comentário