18 de abril de 2017

Resenha | Novos Rostos, Novas Cores – Heloísa Galindo

Livro: Novos Rostos, Novas Cores
Autora: Heloísa Galindo
Editora: Novo Século
Páginas: 192
Logo após ter sua vida virada de cabeça para baixo ao descobrir que é uma sereia, Serena começa a receber mensagens ameaçadoras de alguém que diz saber seu segredo. Ela decide esconder seus poderes o máximo que consegue, mas não é nada fácil quando James, o novo garoto estrangeiro, chega na escola e faz com que uma nova cor surja em seus olhos, que nem ela nem Aísha, sua melhor amiga, conseguem identificar. Além de James, também chega na escola Malía, a garota misteriosa que apresenta todos os sinais de ser uma sereia da lua azul, assim como Serena, mas com um pequeno porém, é um ano mais nova que ela, o que torna esse fato impossível.
Enquanto tenta desvendar o significado da nova cor de seus olhos e saber mais sobre Malía, Serena acaba descobrindo que alguém muito próximo não é quem ela pensava e, para proteger a si mesma e as pessoas com quem se importa, vê- -se obrigada a fazer algo que pode prejudicar muita gente, especialmente si mesma.
Novos Rostos, Novas Cores é o segundo livro de uma trilogia, sendo a continuação de Apenas Uma Garota Comum (clique aqui para ler a resenha do mesmo). Serena já sabe que é uma sereia, já descobriu que sua professora na verdade é sua tia e, aparentemente, não tem mais nada para descobrir. Porém, isso não é totalmente verdade.
Ser uma sereia e ter poderes vai muito mais além do que Serena espera. Nem todos os segredos de sua família foram revelados e o que vem a descobrir pode ser ainda mais incomum do que já é, afetando pessoas que não são diretamente da sua família, mas que são tão importantes quanto. E claro, agora existe alguém que sabe o seu segredo e ameaça tanto ela quanto as pessoas que ela ama, e, para protegê-los, Serena talvez tenha que tomar atitudes que prejudicam tanto ela quanto as pessoas que ama. 
Com tudo isso acontecendo, novas pessoas surgem em seu colégio, em sua vida. Ao ver James, o garoto novo do colégio, os olhos de Serena automaticamente mudam de cor, mas não é como as cores das quais já está acostumada, desta vez, seus olhos viram um arco-íris, todo colorido. Serena ainda não sabe o que essa cor representa, mas sabe que James mexe com ela e quando está com ele, ela perde o controle até de seus poderes.
Também tem Malía, a garota nova do colégio que nada tão bem quanto Serena, o que é praticamente impossível para um humano comum, nunca está comendo nada e parece esconder algo. Serena percebe rapidamente que Malía pode ser uma sereia da lua azul, mas existe um porém, Malía é um ano mais nova que Serena, o que torna impossível a garota ser uma sereia da lua azul, entretanto, mesmo assim, Serena tem certeza, Malía não é totalmente humana e provavelmente é uma sereia, só não sabe qual.
Coisas estranhas começam acontecer entre Serena e Aísha e, uma estranha ligação entre elas começa a surgir, mas como é possível? Aísha é humana e não tem poderes, o que pode estar acontecendo?
Tudo acontece de uma vez, e enquanto tenta entender o que James, um garoto lindo, significa para si, Serena procura saber o que Malía é, ao mesmo tempo em que mais segredos de sua família vão se revelando, e, no meio de tudo isso, Serena e todos ao seu redor precisam lidar com o fato de que alguém sabe seus segredos e que esse alguém pode arruinar tudo.
Quem leu a resenha de Apenas Uma Garota Comum sabe o quanto eu amei o primeiro livro e sabe o quão grande estava a minha expectativa para a continuação Novos Rostos, Novas Cores. Bom, o que posso dizer é que a escritora conseguiu superar todas as minhas expectativas. Foi surpreendente ler este livro e mergulhar mais fundo neste mundo tão maravilhoso criado pela Heloísa.

Serena, como já disse é uma protagonista que amo porque diferentemente das outras, não ficou com aquela frescura de que não queria ser o que é. É claro, ficou assustada, mas conseguiu ver um lado bom em tudo aquilo. Em Novos Rostos, Novas Cores ela se desenvolve mais porque a personagem tem mais experiências, começa a gostar de um garoto, precisa superar obstáculos, vê como sua vida é permeada por mentiras como a de qualquer ser humano e está sofrendo porque alguém a persegue, pois sabe do seu segredo. Neste livro ela tem mais sentimentos, digamos que ela sente mais coisas como o amor por um garoto, a euforia de um encontro, a alegria por novas amizades, esses são sentimentos que a tornam uma adolescente normal. ao mesmo tempo em que ela tem o descobrimento de novos poderes, alegria pelo o que pode fazer e medo pelo o preço que ser o que ela é pode ter, e isso a torna a sereia da história, a garota que tem poderes. Com uma escrita muito bem desenvolvida, o leitor consegue sentir os sentimentos de Serena e acompanhá-la nesta loucura de ser uma garota comum ao mesmo tempo que é uma sereia.
"Ela não parecia estar bem. A atmosfera ao seu redor era estranha. Parecia que o ar ao seu redor oscilava, como o ar muito quente de um deserto."
Aísha. Eu preciso falar desta personagem que eu já amava incondicionalmente no primeiro livro, mas que consegui amá-la ainda mais em Novos Rostos, Novas Cores. Aísha é sem dúvida a parte mais surpreendente do livro. Sabe quando você imagina tudo o que pode estar acontecendo e o escritor consegue te pegar de uma forma que você fica: Meu Deus, como isso pode estar acontecendo? É tão maravilhoso! Será que eu não li errado? Eu fiquei tão maravilhada com a história e o que se descobre da personagem que parecia pegadinha. Ela é uma personagem que se desenvolve muito mais neste livro, mas mesmo assim continua sendo fofa, linda e engraçada.
Malía, também é uma personagem que ganhou meu coração desde o primeiro momento. Sendo bem tímida, ao contrário de Aísha, essa personagem que está perdida em si mesma pois não entende que tem poderes, muito pelo contrário, acredita ser uma aberração, vive uma vida literalmente sem amor porque tem que ficar trocando de lares adotivos e de famílias que sempre a devolvem para os orfanatos. Malía trás para a história a importância de se ter uma família, pois ela nunca teve uma e ao vê-la fragilizada, mesmo que não demonstre, é triste e emocionante, ela é aquela personagem que te faz querer abraçá-la. Lex, é um personagem que posso resumi-lo em poucas palavras, pois o que posso dizer é aquele é sensacional. Amo ele sem dúvida alguma. Sendo um menino que não se encaixa de forma alguma nos padrões do que é bonito para os garotos, ele tem seu charme por ser brincalhão e fofo ao seu modo. Malía, se interessa por ele rapidamente e eu também.
Bom, deixei James por último porque ele é aquele típico personagem que não gosto. Muito perfeito, que é bom em tudo o que faz, lindo e que todas as garotas querem namorá-lo. Tenho que aceitar que ele é um personagem bem desenvolvido, mas não gosto dele. Não confio no personagem, pra mim ele é aquele típico personagem que não é o que mostra, mas ainda não tenho certeza. O que desejo do fundo do meu coração é que ele não fique com a Serena, ela é tão maravilhosa e não acho que eles combinem.
"Imagine esse poder voltando todo de uma vez para você. Toda aquela dor que você sentia atingindo de uma vez seu corpo. Isso é o quanto vai doer."
Tem alguns fatores que me levaram amar ainda mais esta história. Como eu disse, segredos da família de Serena vão se revelar e digo, não é nada simples, mas quando descobri o segredo e tal, pensei que a história se concentraria na relação familiar, deixando a trama em si de lado, porém isso não aconteceu, o que foi ótimo. A escritora desenvolveu uma história que tem um drama, mas que seus personagens não fazem drama, eu acredito que na continuação da história ela vai desenrolar esta confusão familiar, mas que não necessariamente tinha que ser agora, primeiramente, porque nada se resolve tão rapidamente, existe a mágoa, a tristeza e muitos sentimentos conflituosos que precisam se resolver dentro de cada um antes de tomarem uma atitude. Ao mesmo tempo, temos a Malía que não foi falado tão profundamente, mas que envolveu questões familiares de outra forma e que trouxe um ar mais naturalista para o momento da história.

Como já falei enquanto falava um pouco sobre os personagens, foi muito maravilhoso o desenvolver de cada um. Os personagens novos trouxeram novidades para a história e é bom para o leitor estar a mesma história mas com coisas diferentes, é como se tivesse entrando em mundo novo dentro de um mundo já conhecido. Mesmo James, que eu não gosto, achei interessante eu não gostar dele no sentido pessoal, porque ele é tão bem escrito que a minha "raiva" por ele me fazia imaginar inúmeras coisas e eu necessitava continuar lendo para entender onde tudo isso ia dar.
"Não se preocupe. Pelo que eu saiba, não vou ganhar mais nenhum poder. Pelo menos é isso que eu espero."
Outro ponto muito importante é que claro, a escritora desenvolveu um mistério, um certo suspense por trás da pessoa misteriosa que persegue a Serena e seus amigos, mas, ao contrário de muito livros, os personagens não estavam em uma trama onde queriam descobrir quem estava os ameaçando, eles só queriam esconder seus segredos para que pudessem viver normalmente e eu achei que isso deixou o enredo como devia ser, porque mesmo tendo poderes e sendo seres mitológicos, ainda eram adolescentes que tinham uma vida aparentemente normal e a escritora não se perdeu disso, conseguiu manter tudo em uma constante do início ao fim.

A narrativa também foi muito surpreende por neste livro os personagens, tanto a Serena quanto os novos desenvolverem mais os poderes deles e é fascinante, ficar imagina aquilo tudo faz com que a mente do leitor realmente viaje para a história.
Uma coisa que me surpreendeu muito é que a escritora propositalmente deixou algumas pontas soltas no primeiro livro onde o leitor não percebe e parece que tudo foi resolvido, mas ao ler Novos Rostos, Novas Cores, as peças de um quebra-cabeça que o leitor nem sabia que existia vão se juntando e mesmo que antes fizesse sentido, você percebe que de uma forma boa foi "enganado" e a leitura fica mais envolvente porque parece que aquilo que você lendo não é o que realmente está lendo.

Sinceramente, não encontro palavras para falar do final, a única coisa que posso dizer é: Eu necessito da continuação. Do terceiro livro. Não vejo a hora da autora publicá-lo. O final foi aquele fim que você percebe que a autora quer te enlouquecer porque ela consegue deixar o leitor em êxtase e termina e você fica naquela ansiedade para a continuação porque necessita saber o quevai acontecer.
O final é tão maravilhoso para mim porque conseguiu me deixar completamente ansiosa para o terceiro livro e isso significa o quão bom foi, conseguiu com que eu imaginasse milhares de coisas para a continuação. É muito sério, estou desesperada para o terceiro livro.
"Bom, não sei se vocês tem poderes, mas alguma coisa nós temos então. Bem-vinda à minha vida."
Com um desenvolvimento fascinante, a história de Novos Rostos, Novas Cores é muito bem escrita. Mesmo que coisas sobrenaturais aconteçam, em momento algum a escritora se esquece de que seus personagens são apenas adolescentes que estão com os sentimentos a flor da pele e por isso, você irá sentir cada sentimento deles sejam os bons e/ou os ruins, e se sentirá como cada um dos personagens, sendo levado mais uma vez, porém ainda mais profundamente para esse mundo comum e incomum permeado pelos mais variados sentimentos e podemos dizer até segredos. Cuidado, quando entrar neste mundo só voltará para a realidade quando chegar na última página e ainda assim estará entorpecido pela história.
"Quando o James não estava na sua vida, era mais fácil esconder tudo. Mas agora você tem que tomar cuidado dobrado, já que você perde o controle quando está com ele."
Adquira
Mostrar Comentários
Ocultar Comentários

14 comentários:

  1. Não conhecia essa trilogia ainda é confesso que fiquei curiosa para ler. Amo livros de fantasia e também amo sereismo, e ter um mistério acho que deve ser bem legal! Amei! :)
    http://www.corujasemasas.com.br/
    Beijos. <3

    ResponderExcluir
  2. Eu fico feliz que a continuação não caiu na maldição dos segundo livros kkkkk sempre tenho medo dos livros 2 de trilogias por isso. Muito bom saber que a série mantém o bom nivel do primeiro. Nao li ainda, mas estou com vontade.

    Bjs, Mi[[O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir
  3. Mulher, eu mal consigo me recuperar da resenha do primeiro livro e tu já vem me jogando o segundo assim? hahaha'
    Primeiro que essas capas são maravilhosas, não tem como não se apaixonar. Adoro livros que acabam e te deixam naquela coisa de: Como vou viver sem saber o que vai acontecer? hahahah'
    Essas autoras querem acabar com a gente :/

    Beijos,
    Paixão Literária

    ResponderExcluir
  4. Oi
    que bom que gostou de ler e ele superou suas expectativas, a premissa chamou minha atenção, nunca li nada com sereias, só assisti doramas e tá ai um tema que preciso ler.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Nossa, eu já tinha gostado do primeiro livro pela sua resenha e estava curiosa para descobrir o que ela era (agora já sei, risos..., mas pelo visto acho que essa continuação está melhor do que o outro. Mesmo sabendo que ela é uma sereia ainda traz novos mistérios e fala de família, o que prezo muito. Quero me surpreender com Aísha também, parece ser o melhor personagem da trama. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Não conhecia o livro, mas adorei a resenha!
    É o tipo de livro que eu leria tranquilamente!
    Vou anotar a dica ;)

    Primeira vez aqui *.*
    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  7. Que capa linda. Adoro ver que cada vez mais frequente encontro livros nacionais maravilhosos no mercado. Esse é um que me despertou bastante curiosidade :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    A capa melhorou bastante da primeira para essa. Essa é muito mais bonita hehe. Fiquei muito curiosa na resenha do primeiro livro para saber o que a garota era, agora descobri hehe. Como gosto de livros com esses seres vou dar uma chance. Mas vou esperar lançar todos para começar a ler.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Que resenha maravilhosa. Adorei essa capa e super me interessei pelo livro. Não sou muito fã de fantasias assim, mas essa trilogia seria uma que leria sem dúvidas!

    É um livro nacional que realmente daria chance pra conhecer, e é maravilhoso ver como nossas autoras estão cada vez melhores.

    Beijão
    www.cretinaliteraria.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem???
    Nossa ainda estou com a resenha do primeiro livro na mente e já havia desconfiado de que ela poderia ser uma sereia... mas não imagino que tem tipos diferentes... é tão bom quando o autor continua superando as nossas expectativas com a continuação... sua resenha ficou maravilhosa... amei Lê-la... Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Agora já descobri o assunto do primeiro livro, meio que dão o spoiler na sinopse kkk.

    www.cupidobrega.com.br
    Canal no YouTube

    ResponderExcluir
  12. Menina, eu nunca que ia associar esse livro com o primeiro livro. Tanto que fui lendo mesmo, sem medo de ser feliz ou de pegar spoiler hahhahah
    Apesar dos spoilers, ainda vou conferir essa trilogia sim!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Uau, que estória, ein?! Adorei sua resenha e fiquei super curiosa para ler o livro!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  14. Nossa, sua resenha está super completa! E a capa é linda, apesar de eu ainda não ter lido nada sobre o livro. Só fico pesando o real motivo de as pessoas toda vez que o personagem é uma sereia eles colorarem o nome de Serena, deve ser o significado.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir