23 de maio de 2017

Resenha | Até Eu Te Possuir – Soraya Abuchaim

Livro: Até Eu Te Possuir
Autora: Soraya Abuchaim
Editora: Ella
Páginas: 284
Johanna Dorne é uma mulher que perdeu todas as pessoas que amou. As tragédias de sua vida começaram com um acontecimento marcante quando ela tinha 13 anos.
Três décadas depois, ela se transformou em uma mulher solitária, confusa e inclinada à autocomiseração, que não consegue manter contato social com ninguém. Até conhecer Michel Brum, um homem charmoso e misterioso que a resgata de sua vida patética, devolvendo-lhe a felicidade há tanto tempo perdida. Só que Michel acaba mostrando que não é tão perfeito assim, e um segredo mortal jogará Johanna novamente em um abismo.
Em 2011, aos 41 anos de idade, Johanna é uma mulher literalmente solitária. Morando sozinha, ela não tem família, amigos e muito menos algum relacionamento amoroso. Já está acostumada com sua vida pacata, até porque, era melhor viver assim do que ver mais alguém ir embora ou morrer.
Johanna tem em suas memórias todos que de alguma forma foram importante em sua vida, independente se de uma forma boa ou de uma ruim, morreram ou a abandonaram. Ela se vê como alguém amaldiçoada, que não merece a felicidade e que veio ao mundo somente para sofrer.
Tudo começou em 1983, o ano em que ela completou 13 anos. Era um marco em sua vida e ela o comemoraria brilhantemente, com uma festa que faria a cidade toda falar. Ela deixava de ser uma criança e se tornava uma pré-adolescente. Garotas queriam festas de 15 anos, mas Johanna era diferente.
Tendo uma família amorosa e feliz, ela tinha uma vida perfeita. Tudo era maravilhoso, porém o ano de 1983 provou para ela que nada era perfeito e que a partir daquele dia, aquele contos de fadas estava se tornando sua maior desgraça.
Hoje em dia, após tantas perdas, Johanna se vê sozinha, mas isso poderá mudar. Um belo dia, ela conhecerá Michel Brum. O homem charmoso que parece estar encantado com Johanna e disposto a conquistá-la. Por mais que tenha medo de provocar mais uma perda em sua vida, ela se deixa envolver por aquele homem aparentemente perfeito.
Pela primeira vez em muitos anos, Johanna não está mais sozinha e parece estar tendo uma vida realmente maravilhosa. Porém, enquanto acha que Michel a salvou do abismo, ele poderá estar novamente jogando-a para lá. Johanna tentou mais uma vez ser feliz, entretanto, o acaso que pode não ser tão acaso assim, acaba lhe mostrando que pelo visto, ela não nasceu para ser feliz.
Johanna Dorne é realmente aquela protagonista que você entende a importância da história dela ser contada. Ela não é só mais uma. Acompanhar a trajetória de uma mulher que sofre demais de uma forma que seria impossível explicar a dor dela, é fascinante. Os sentimentos do leitor se intercalam junto com as da protagonista. Mesmo após cada tragédia em sua vida, ela tenta se reerguer e é impossível não torcer para que tudo der certo, porque ela merece. Johanna se sente como uma pessoa amaldiçoada e não é para menos, desde os 13 anos, sua vida se torna uma sucessão de tragédias sem fim. Era apenas uma adolescente que foi obrigada a aprender a se virar no mundo sem nunca desistir, porque ela realmente tentava, mas o que chamamos de destino, parecia não gostar dela.
O que quero dizer com isso é que a escrita da escritora é essencial de uma forma que ela não se perde. As emoções de Johanna são fortes e com uma escrita real e verdadeira, é possível sentir tudo. Johanna é uma protagonista sensacional e o leitor consegue entender a essência e os sentimentos dela.
"Quando você vive uma vida inteira achando que é amaldiçoada ou coisa parecida, deveria ficar aliviado por saber que, afinal, nada é por acaso, nada é coincidência, e os fatos são tão sólidos quanto uma rocha que precisa ser demolida para destruir."
 Os capítulos são intercalados entre o passado e o presente, porém, no passado temos várias "partes" dele, portanto tem hora que vamos para 1983 da vida de Johanna e às vezes vamos para 1990, entre outros anos. Isso tudo sendo intercalado com momentos do presente.
É um livro de suspense, mas não imaginava que fosse tão instigante. O passado de Johanna, no início mascarado com aquela superficial perfeição e felicidade que ela e o leitor acredita existir em sua vida, é surreal. A sucessão de acontecimentos que começam a destruir a sua vida faz o leitor sofrer com a garota de 13 anos, porém faz também com que queiramos virar mais uma página e mais uma, sem nunca parar até chagar na última página. O que mais gostei neste suspense do passado da protagonista, é que as escritora nos deixa imaginar o que pode acontecer, como se desse pistas, mas no próximo capítulo já imaginamos que estamos loucos e que não irá acontecer algo assim, porém, quando de fato acontece, ficamos surpresos e as peças do início do quebra cabeça começam a se juntar.
O passado de Johanna trás sentimentos conflituosos para o leitor, porque é impossível não se colocar no lugar da garota. Ela tem apenas 13 anos, portanto, é impossível querer ser uma completa adulta, porém, mesmo assim, ela é obrigada, pois as tragédias presentes em sua vida são demais para que ela seja só uma adolescente. Ela é obrigada a seguir em frente e ser forte para o que a vida mais uma vez vai lhe reservar. 
"Uma mulher fraca é o pior inimigo de si mesma."
O presente, no início parece que só teremos uma mulher solitária e sem vida, fruto das consequências de seu passado. Porém, logo quando Johanna, agora com 41 anos conhece Michel, percebemos que seremos levados para mais uma parte forte da vida da protagonista. Depois de tantas tragédias é natural que a personagem e o leitor acreditem que o mesmo vá acontecer com este homem bonito e charmoso. Mas com Michel é diferente. Ele que no início é aparentemente perfeito, vai aos poucos mostrando sua verdadeira personalidade. Relacionado a isso, um ponto importante na escrita da Soraya e que me fez realmente amar a escrita dela, é que ela vai deixando amostras de quem este personagem é realmente, de uma forma sútil ela mostra o quanto ele afeta a vida de Johanna e o quanto ela se torna dependente dele. No final, a autora não faz tudo acontecer do nada, sem uma explicação plausível. É tudo feito com calma, e junto com Johanna, o leitor vai sendo levado para aquelas situação sem ao menos perceber. Isso para mim foi um dos pontos altos da história.
Ao contrário de tudo o que acontece no passado, Johanna se vê em uma forma nova de vida. Por mais que tente mascarar isso, ela sabe que está em um relacionamento abusivo, só não entende o porquê. Uma parte importante deste relacionamento e que sem dúvida foi fascinante, voltando mais uma vez para a escrita da autora é a forma como ela caracteriza os sentimentos da personagem em volta deste relacionamento abusivo. Eu nunca vive um relacionamento abusivo, e como qualquer coisa, acho que só quando vivemos podemos entender a dor de algo, como um relacionamento abusivo. Afinal, como entender uma pessoa que se submete a um relacionamento assim? Bom, Até Eu Te Possuir explica isso muito bem. Com a escrita leve, este livro trás acontecimentos fortes. O leitor consegue entender como a Johanna se prende naquele relacionamento, deixando-se sujeitar a atitudes impensáveis de tão horrendas. Isso sem dúvida é algo que prende o leitor, até porque, fora isso, sempre fica a pergunta: "Quem é Michel verdadeiramente e o que ele quer?"
"Mal algo, no fundo, dizia que ela podia se enganar, que o passado cobra um preço alto de quem ousa deixá-lo para trás, onde é o seu lugar, de fato."
Até Eu Te Possuir é o segundo suspense que leio, e assim como o primeiro, esse livro me fez ver como esse gênero é fascinante. Uma história permeada por tragédias, onde a culpada parece sempre ser a protagonista, te leva para algo a mais. Algo que quando você descobrir, tudo vai fazer sentido e você vai estar perguntando como alguém pode escrever algo tão magnífico.
Como sempre digo, a escrita do autor é a base de uma boa história e a escrita de Soraya Abuchaim é a base de uma história surpreendente e magnífica. Ela é uma autora que não tem muita dó do coração do leitor, e sinto muito lhe dizer, você vai chorar porque ela em algum momento vai dar fim a vida de um personagem que você gosta. Mas, sejamos realista, na maioria das vezes, os melhores autores são assim.
Até Eu Te Possuir trás questões sérias e que são discutida em toda esta história. Além de um suspense, este livro fala da importância de uma família, mesmo que às vezes ela não seja constituída por um pai e uma mãe. Uma família pode ser constituída por uma tia, um tio. Um amigo. Não importa como, o que importa é o amor que nela existe. Trás também a força que uma pessoa tem que ter para se reerguer e quão guerreira ela é por isso. Como já disse, temos uma questão muito forte do relacionamento abusivo, e até mesmo uma pessoa que não sabe muito sobre este assunto, irá entender e compreender os sentimentos de uma pessoa que se submete a algo assim, porque você vai sentir os sentimentos da protagonistas. Nas páginas de Até Eu Te Possuir temos uma história fascinante e cruel. O leitor irá ler do início ao fim e irá sentir que aquele história faz parte de si mesmo.
"Quando quebramos um laço de confiança, mesmo que tecido por anos de convivência, fica difícil fazê-lo voltar à forma de antes. E para que um laço se rompa, basta uma atitude, uma frase, uma palavra."
Até Eu Te Possuir é uma história que com simplicidade se torna extramente forte. Você, leitor, será levado para essa história, intercalada entre o passado e o presente e vai ficar fascinado com a crueldade que pode ser a vida de uma pessoa. Você não conseguirá parar de ler até ter terminado tudo e mesmo assim, sua mente não conseguirá se desconectar da história. Até Eu Te Possuir vai fazer você sentir seu coração bater cada vez mais rápido. Vai ficar com a respiração falha. Irá reler alguns parágrafos para ter certeza de que não está ficando louco. Irá sentir tantos sentimentos ao mesmo tempo que não conseguirá explicar. Irá amar. Irá sofrer. Sofrer mesmo. Poderá chorar. E quando terminar, perceberá que por mais cruel que seja tudo aquilo, você quer mais. A partir do momento em que ler Até Eu Te Possuir, a história é como se fosse sua e você desejará que não tenha fim, porque precisa acompanhar mais da vida daquela protagonista tão fascinante. Esteja mais que preparado para viajar nesta história permeada por tragédias e sem dúvida alguma, se entregue.
"Esse seria o preço por ter causado tantos males a tantas pessoas: viver como uma sombra do que um dia, há tantos anos, sonhou ser."
Adquira
Mostrar Comentários
Ocultar Comentários

17 comentários:

  1. Oi, como vai?
    Eu vi a capa e pensei que se tratava de um romance, e claro, quebrei a cara. Nunca imaginei que a história nos reservaria um suspense, estou completamente apaixonada por tudo, e louca para conferir também. Nunca li muito sobre relacionamento abusivo, tenho até receio de ler, mas espero que a autora consiga me cativar tanto quando você.
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Uau, bela resenha, nos deu uma boa visão do contexto da história, gostei e fiquei interessada.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ei,
    Que resenha foi essa? Me interessei muito pelo livro, mas parece que vou ter que ler em um momento de tranquilidade na minha vida, porque pelo jeito que você falou.
    Parabéns pelo post.
    Beijos,
    Garota Perdida nos Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi sua linda, tudo bem?
    Nossa, começa pelo título: até eu te possuir é muito forte, nos dá a ideia de que farão de tudo até não sobrar mais nada dela. E pelo visto foi exatamente o que aconteceu. O que de tão cruel fizeram a ela no passado? Que tragédias foram essas? Pelos seus elogios parece uma história sofrida e imperdível. Sua resenha ficou ótima!!! Dica mais do que anotada.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oieee! Nossa, o enredo é forte no sentido de ser denso e issp é muito bom! O fato da protagonista não ser muito jovem, já na casa dos 40 tb me chama atenção! E a capa tb é linda!! Sua resenha ficou completíssima, excelente <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá... Nossa que resenha maravilhosa... e que livro de história sofrida ein... fiquei impressionada... não sei se seria algo que eu leria, mas eu fiquei tocada com todos os teus comentários e com a trajetória de vida desta menina. Xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi
    parece ser uma ótima história de suspense, eu tenho o e-book, algum dia vou ler ele e como to querendo dar uma fugida dos romances esse pode ser uma boa escolha para ler em breve. Que bom que gostou da história, a protagonista deve sofrer coitada.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que resenha maravilhosa, perfeita quero ler esse livro por causa da resenha.
    Adoro livros assim, e quero saber o que aconteceu com Johanna, e esse cara? Já sinto do da johann, mas quero ela feliz. Ela tem um final feliz?
    Preciso ler para saber.
    Muito obrigada por essa resenha, e já está adicionando na minha lista, preciso de livros mais dos gêneros suspense.
    Um grande beijo..

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Ainda não conhecia o livro, mas a história também não me interessou... Parece ser muito sofrida :(

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Eu tenho esse livro no kindle e só vi agora que fiquei interessada nele por causa da sua resenha. Acho que baixei algum dia que estava de graça e nem me lembro mais hehe. Mas agora vou anotar aqui para ler. Fiquei com muita vontade de ler a história por causa desse suspense que você falou, porque se fosse pela história triste eu não leria que no momento estou preferindo livros para rir hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Acho um barato a forma intensa como você escreve. Adorei a resenha! Parece uma leitura sofrida. Me deu dó só de ler a sinopse. 😢

    Beijos
    Resenhando por Marina

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Que resenha mais completa, parabéns.
    Amo livros que o autor nos faz de boba, a gente passa a história toda pensando que foi a protagonista e de repente não é nada disso.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha bem completa e fiquei super curiosa para ler este livro.

    Beijos
    http://www.pimentadeacucar.com

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Eu amoooo personagens mais velhos.
    Acho que torna tudo mais palpável para mim, ainda mais que não tenho mais 15 anos, rs.
    Parece uma história delicada e comovente, já quero ler. Adorei a dica.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie! Que resenha incrível, li outra dia desses e não sei se comentei, mas adorei o modo como você conta a história e traz seus apontamentos.
    Acho que eu já tinha ouvido falar desse livro em outro blog, mas não cheguei a dar tanta trela para ele assim. Depois de ler a sua resenha essa ideia mudou. Eu preciso ler, além do assunto importante e instigante, sua descrição da narrativa da autora me fez pensar que só pode ser incrível.
    Parabéns pelo trabalho incrível! <3
    xoxo

    ResponderExcluir
  16. Adorei a sua resenha, o modo que você fala de cada parte do livro e nos deixa com uma vontade de ler.
    beijinhos.

    sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Nossa, quanto sentimento! Quanta emoção! Só faz crer que de fato o livro vale muito a pena, por mais que a história pareça triste. E com certeza tem todo um suspense, dá curiosidade em muitos pontos só pela resenha!
    Fantástico!

    Luar de Livros

    ResponderExcluir