Resenha | Riscos no Amor – Josy L. Dias

Livro: Riscos no Amor
Autora: Josy L. Dias
Editora: Pangorga
Páginas: 320
Elizabeth Ann Willams é uma garota rica e bem-sucedida da cidade de Nova York, onde é dona de uma famosa consultoria de arquitetura junto com suas amigas. Liza ama o trabalho e a cidade, mas agora precisará deixar tudo de lado por uns tempos para ir ao casamento da mãe com o famoso empreendedor irlandês Arthus Blinner III, que será realizado na praia onde costumavam passear quando seu pai ainda estava vivo.
Brady Blinner é o filho mais novo de Arthus. Sua vida se baseia em trabalho, luxo e mulheres. Ele namora uma top model e tem a vida perfeita. Mas, apesar de sua namorada deixá-lo livre para se aventurar com outras mulheres, Brady sente que ainda falta algo. Isto é, até ele conhecer Liza. Ela é jovem, linda e inteligente, e não está disposta a se entregar a ele como as outras, o que faz com que Brady a deseje ainda mais. Não pelo desafio, mas pela inegável atração entre os dois, algo novo e surpreendente.
Em meio a tantos medos e riscos, Liza será capaz de se deixar envolver por um homem incerto? Ou deixará de viver um grande amor para proteger seu coração?
Rica e muito bem-sucedida, Elizabeth tem uma vida estável e se pode dizer, feliz. Porém, não uma felicidade completa, pois ela está atrás de um príncipe encantado. Quer viver um romance de verdade, não as aventuras repentinas que tinha em sua vida. Terminou com seu noivo por não amá-lo. Ela quer viver um amor. Porém, esse sonho terá que esperar um pouquinho, ou não. Sua mãe se casará com Arthus e ela precisa deixar sua empresa, suas amigas... tudo para ir para o casamento de sua mãe.  Liza – como chamam-a — ainda pensa na possibilidade de encontrar seu príncipe encantado lá, ela não poderia estar mais certa ou errada ao pensar isso.
Brady, é o filho mais novo de Arthus. Muito rico, ele vive para o trabalho, luxo e mulheres. Ele namora uma modelo, Sam, que é o sonho de todos os homens, porém, ele a trai constantemente com diversas mulheres e ela sabe disso. Parece ser a vida perfeita para um homem. Entretanto, ao ver pela primeira vez, Elizabeth, ele perceberá que quer mais. Quer mais do que tem. Quer outro tipo de vida. Ela pode até não se encaixar nos padrões de beleza do mundo, afinal, ela não é tão linda compara a Sam para os outros homens, porém ela é linda para ele. É o padrão perfeito para ele.
Só que nem tudo são flores e corações apaixonados. Até porque, Brady Blinner, o sedutor, está longe de ser o príncipe encantado com quem Elizabeth sonhou. Ela não quer se entregar. Precisa resistir, mas sempre que vê aqueles lindos olhos, se entrega mais um pouco ao charme e sedução do filho mais novo de sua agora, padastro.

Riscos no Amor é um romance que nos trás a protagonista Elizabeth Ann Killams. Liza é uma protagonista que nos chama a atenção no início. É bom ver que ela sabe quem se é de verdade. É bonita e não nega isso. Está atrás de um romance verdadeiro e acaba encontrando um homem sedutor que pode ser bem diferente do que ela esperava. Eu gosto da personagem em si, porém, no início da história ela é mais cativante do que no desenrolar de tudo. Acredito que ela perde um pouco da essência da Liza que vemos no início.
Acredito que a Liza se perde justamente pelo nosso segundo protagonista, Brady. Infelizmente, ele não me cativou. No início não achei que não fosse gostar dele, porém, ele é um protagonista que eu não gosto. Como é um romance que trás uma história de amor à primeira vista, o personagem muda radicalmente de um dia por outro. Em um dia ele está com duas mulheres sendo um cafajeste e no outro aquela paixão que sente por uma até então desconhecida o faz ser o homem mais romântico do mundo, e mesmo essa sendo a proposta do livro, não me agradou, porém, isso não me fez desistir da história e muito pelo contrário, eu gostei de embarcar nesta história e vou dizer o porquê.
"Eu sei que você me incentivou a não ter medo do amor, mas não quero me entregar a uma pessoa que vai me machucar."
Riscos no Amor é narrado em primeira pessoa e temos dois pontos de vistas. São dois pontos de vista por cada capítulo, sendo eles narrado pelos protagonista, Liza e Brady. O ponto de vista da Liza é onde as coisas realmente acontecem e o único necessário. O ponto de vista de Brady é só as cenas dele com a Liza pelos olhos dele, então, com essa mudança irracional dele, acabava ficando cansativo ler a narração pelo ponto de vista dele.
O da Liza sem dúvida, por ser o que faz as coisas acontecer é o melhor e acho ele mais sútil. Como falei o início da história a personagem é mais fascinante porque durante a história, acredito que a personalidade dela se perde com o outro protagonista. Porém, mesmo assim, é mais sútil a mudança dela porque querendo ou não, ela sonha com um romance, só não imaginava que seria com Brady. Uma coisa muito importante que a escritora trouxe com verdade e que foi muito bom é que a Liza não acredita totalmente nessa mudança de Brady, até porque gente, ele muda de um dia para o outro. Então por mais que essa mudança da parte dele seja chata,por ser tão repentina, no momento em que Liza tem o pé atrás com tudo isso, vemos algo com o qual se identificar com a personagem.
"Você me faz feliz só de estar assim comigo e isso para mim é amor ou paixão, porque a única coisa que já senti realmente foi desejo. Mas tudo com você parece tão maior que me assusta."
A escritora conseguiu trazer a minha paixão por personagens coadjuvantes e isso sem dúvida foi ótimo. Eu só queria que ela tivesse explorado mais esses personagens que ela desenvolveu tão bem. Em alguns momentos eu estava louca para parar de ler sobre mais algum presente que o Brady tinha dado para a Liza, pois só queria saber mais da Amanda. Essa sem dúvida é a minha personagem favorita. A personalidade cativante, atrevida e apaixonante é encantadora. Um ponto que adoraria ter visto mais era a relação da Liza com a mãe porque, afinal, sua mãe estava se casando novamente, seu pai tinha falecido há um tempo e seria interessante ver essa relação das duas. Até porque no início da história temos essa relação delas e é fascinante, sem dúvida alguma. Samantha é uma personagem que praticamente não aparece e eu realmente gostei dela. Isso também leva a um ponto em que adorei a escrita da autora. Ela criou um amor da Samantha pelo Brady real e isso não fez a modelo querer vingança ou coisa do tipo como vemos em algumas outras história. Era verdadeiro o que ela sentia por ele, ao ponto de desejar que ele ficasse com a outra, só para vê-lo feliz.
"Uma vez eu ouvi alguém dizer que o amor acontece de formas e em tempos diferentes, conforme a pessoa. Acho que a nossa relação está indo super rápido, porém é mais forte do que o de qualquer outra."
Mesmo que eu tenha levantando essas questões em relação aos personagens, preciso dizer que Riscos no Amor foi um livro que eu li no momento certo. Eu tinha acabado de ler uma história bem mais forte e densa de alguma forma, então pegar um romance simples, fofo – porque mesmo não gostando da mudança dos personagens, tiveram muitas cenas fofas –, e leve foi a melhor coisa que fiz. Esse livro é aquele que nos faz ler com calma, ele tem uma sutileza ao nos levar para a leitura e isso sem dúvida alguma foi essencial.

Eu amei saber que terá uma continuação com os meus personagens favoritos, David e a Mandy – Amanda –, e quero muito ler o livro porque eu acredito que por serem personagens tão diferentes da Liza e do Brady, muitas coisas irão mudar. As personalidades dos personagens diferenciam uma história muito bem da outra e estou bem ansiosa para me aventurar por esse outro romance.

Fora o romance dos protagonistas, o livro trás uma questão de família bem interessante, mesmo que nem tão explorada. O amor e o cuidado do Brady pela Mandy sem dúvida foi o que mais me fascinou no personagem, mas não só isso, a família em si, um cuidando do outro trás uma parte importante para a história. E mais, está sempre nos lembrando que o amor não é só entre um casal, mas sim entre amigos, família e pessoas com quem nos importamos.
"Aprendi que temos que aproveitar o que a vida nos oferece. Aproveite o amor que ele está te oferecendo..."
Leve e simples, Riscos no Amor nos prende na história logo no início e nos leva para uma uma história de amor regado pelo romance em si. A vontade de amar e ser amado junto com o medo de se entregar. Levando em conta a importância do amor na vida das pessoas, o leitor se conecta do forma simples. A leitura é tão leve que quando você perceber está virando a última página desta história.
"Será que ele era o meu príncipe encantado? E eu? Poderia ser a fada que ele tanto falava?"
Adquira
 Saraiva 

11 comentários:

  1. AAAAA, eu quero!
    Amo romances leves e fofos.
    Acho que preciso deles para vive, rs.
    Beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiê, tudo bem??
    Bom inicialmente estava curtindo muito o enredo, quando você falou da mudança repentina do mocinho... essas mudanças da água pro vinho me irritam bastante, porque fica uma coisa meio artificial e perde o um pouco do brilho pra mim. Ainda que tenha curtido a história, esta ressalva me deixou com o pé atrás... ainda não sei se pretendo ler, mas adorei saber a sua opinião, até porque nem conhecia o livro... xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Parece ser um romance bem forte, não sei se estou no momento para livros assim, mas gostei da premissa.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi. Que resenha maravilhosa! Eu amei a capa e gostei muito da premissa, é bem o estilo de romance - leve e despretensioso - que eu adoraria ler. Esse negócio do personagem mudar do nada por causa de um mulher me incomoda muito, já que eu não acredito em amor a primeira vista, mas quem sou eu para dizer alguma coisa? Espero que a autora tenha conseguido então desenvolver todo o resto da trama já que ela pecou neste quesito.
    Já anotei aqui para ler depois.
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Eu gostei bastante dessa capa. Acho que leria ele depois de um livro mais denso, mas acho que ficaria chateada com alguns dos pontos que você citou. Estou cheia de ver livros com mulheres se anulando por causa de homens e também de ler histórias em que o cara muda radicalmente a personalidade quando "encontra" o amor. Os autores tem que tomar muito cuidado com isso porque tem muitas garotas aceitando tudo de ruim que alguns canalhas fazem porque ficam achando que ele vai mudar com o amor delas e infelizmente ninguém muda assim não, só nos livros mesmo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Olá, sua linda, tudo bem?
    Que pena que a mudança dele foi brusca e que ela perdeu sua essência durante o enredo. Gosto tanto de romances fofos e leves, e por isso mesmo gosto de amor à primeira vista. Mas preciso acreditar, o texto tem que passar verdade para me envolver. Confesso que fiquei desanimada com a leitura. Vou aguardar sua resenha do próximo livro, para resolver se coloco na lista. Como sempre suas resenhas muito sinceras, ficou ótima!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oieee! Não conhecia o livro, mas é sempre bom ter na lista de leituras algo leve e fofo, principalmente para curar a gente da ressaca literária! Adorei saber da história e acho que abordar o tema família é sempre interessante. Resenha super completa como sempre <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oi
    nem conhecia o livro, pena que não gostou do Brady, pelo menos gostou dos coadjuvantes.
    Gostei conhecer a história do livro.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oieee!

    Achei interessante esse dilema "quero, mas não quero" da personagem. Não achei muito inovador o enredo, mas deve ser gostosa a leitura! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  10. Quer dizer que ainda nao foi lançado o livro 2? com os personagens David e Mandy??? estou querendo comprar..gostaria de lera série completa.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tudo bem?

      Não, o segundo livro realmente não foi lançado. Porém, conversei com a autora e o lançamento do segundo livro será, provavelmente, no ano que vem, no segundo semestre.
      Ainda vai demorar um pouquinho, mas logo chega e você poderá lê-lo.

      Excluir