1 de maio de 2017

Resenha | Sob O Olhar Grego – Bella Crestan

Livro: Sob O Olhar Grego
Autora: Bella Crestan
Editora: Alternativa Books
Páginas: 136
Be é uma garota insegura que sonha ser escritora. Ela viaja à Grécia em busca de inspiração para seu livro e lá conhece Ed, um músico famoso que se torna um bom amigo e a faz enxergar o mundo com outros olhos. Quando finalmente se sente uma mulher mais confiante e decidida, algo inesperado acontece para confundir sua cabeça e trazer à tona sentimentos e frustrações que estavam escondidos em sua mente. Em meio a um conflito interno, Be vê no caos a chance de viver um grande amor.
Be, é uma mulher de vinte e cinco anos que vive uma rotina constante e aparentemente sem significado. Ainda morando com os pais, ela acorda todos os dias, prepara o café da manhã e vai trabalhar.
O trabalho de Be já não é mais tão motivador, até porque o sonho dela é ser escritora, mas com a vida que está levando parece que este sonho está cada vez mais difícil. Be precisa de inspiração, mas como conseguir tal coisa se sua vida é a mais pacata possível?
Um dia Be resolve tomar uma atitude. Ela vai atrás de inspiração. Em suas férias, Be viaja para a Grécia, mais especificamente para a ilha de Creta. Lá, rapidamente um rapaz se aproxima de Be e bem rapidamente ele parece interessado em uma amizade com ela e Be, aceitando para si mesma viver coisas novas, começa essa amizade com esse até então estranho, Ed.
Junto com Ed, Be vai se entregando a novas atitudes, a novas coisas e principalmente a novas sensações. Enquanto constrói esta amizade com Ed, outro alguém também aparece na vida Be que antes era pacata. Esse outro alguém é Jacques.
É quando começa a ver Jacques, um francês galanteador, que Be volta a se lembrar de seu ex-namorado mais especificamente o que os fez terminar.
Lembrando-se do seu ex-namorado e tentando desconstruir pensamentos que tem de si mesma, Be começa a perceber que a vida trás mudanças e pessoas novas. E que essas pessoas podem ser boas e que podem amá-la pelo o que ela é de verdade. Em uma viagem de cinco dias para a Grécia, Be é levada para uma nova perspectiva da vida.
Sob O Olhar Grego é aquele livro que pegamos sem muita pretensão, mas que ao darmos uma chance, ele nos leva para uma história cheia de significados. Com uma escrita simples, leve e fluída Sob O Olhar Grego é aquele livro em que a simplicidade te prende e te faz sorrir. Neste livro temos uma história romântica, apaixonante e simples, sem ter necessariamente um romance predominante. Sem ter uma paixão fervorosa. E que mesmo com a simplicidade, trás significados, ensinamentos e sensações.

Be é uma personagem que vem para quebrar conceitos. Ela não se encaixa nos padrões do que a nossa sociedade considera belo. Be é um pouco acima do peso e não é alta. No início da história, aparentemente, parece que ela não sofre por não se encaixar nos padrões, porém, no decorrer da história vemos uma personagem que já sofreu preconceito por não se encaixar e que sofre por isso. Ela está em desconstrução de preconceitos consigo mesma. Ela está perdida em si mesma, e precisa se encontrar e encontrar significado para a sua vida. Na viagem para a Grécia, Be vai desconstruindo preconceitos consigo mesma, como por exemplo: ela percebe que pode usar um vestido tendo as pernas grossas e isso não é errado ou feio, o importante é ela se sentir bem. Ela vai conhecendo pessoas que podem fazê-la perceber que nem todos são iguais e que existem pessoas que irão amá-la da forma que ela é. E o mais importante, ela vai encontrando significado para a sua vida e para o seu futuro. Be é aquela protagonista que com uma história simples, veio para quebrar esteriótipos e ensinar o significado de amar a si mesmo e quão importante isto é para sua própria vida.
"E foi a primeira vez que ela realmente olhava dentro de seus olhos, a primeira vez em muito tempo que olhava assim para alguém. De forma decidida e honesta, sem precisar esconder o que realmente sentia."
Ed é um cantor famoso que também está de viagem para buscar inspiração, no caso dele é para compor novas músicas, e por pura coincidência, ele conhece Be, uma mulher que não o reconhece como um cantor famoso e que nem está tentando tirar algo dele. Ele e Be trazem um significado de amizade muito importante para a história. Não tem malícia ou interesse na relação deles, é a mais pura e verdadeira amizade. Mesmo se conhecendo a pouco tempo, Ed ajuda muito a Be nesta fase de descobrir quem ela é de verdade e principalmente, em amar a si mesma, pois ser quem ela é já a torna especial.
Jacques é um personagem que diretamente demora para aparecer na história. Ele é lindo e sedutor, mas que aos poucos vai se mostrando não ser tão perfeito, pois como qualquer um, tem problemas e isso é melhor nele. Jacques é direto no que deseja e no caso é a Be. Ele trás uma parte importante da história, pois é com ele que temos a nítida certeza da insegurança da Be e o porquê dela. Mesmo que aparentemente seja arrogante, Jacques se mostra ser apenas ele mesmo. Uma pessoa que se ama e que luta pelo que ama e deseja. 
"Interessante como quando saímos de nosso pequeno mundo e vemos além de fronteiras e barreiras, quando vemos que de fato a raça é humana, tudo vira uma linda poesia escrita por vários idiomas, mas que no fim significa apenas duas palavras: amor e respeito."
Como já disse, este livro é simples, mas quero que entendam o quão composto é este simples. A escritora trouxe uma linguagem simples e mesmo assim conseguiu transmitir todos os sentimentos da história. Com personagens tão cativantes, ela não estava preocupada com as características deles, até porque este não é o intuito da história. Ela trás personagens que não são os padrões da sociedade e nem dos livros e nos faz amá-los porque este é o intuito da história: a aparência não significa nada. O que temos por dentro é o melhor e é isso que devemos amar. 

Em poucas páginas, Sob O Olhar Grego consegue cumprir o seu principal papel que na minha concepção é a quebra de conceitos, padrões e esteriótipos. Com uma protagonista buscando entender o que é a sua vida, o que quer que ela se torne, vemos uma luta também pelo amor próprio, principalmente após sofrer o preconceito de pessoas que crescem com o preconceito induzido por uma sociedade preconceituosa, machista e que deseja um padrão impossível de concretizar porque pessoas são únicas e cada uma diferente da outra.
"Na vida tudo é tão natural, e assim é o amor, expressão máxima de um sentimento, por isso que sentir medo de amar é sentir medo de respirar, de acordar, de viver."
Sob O Olhar Grego trás o amor de uma forma tão maravilhosa porque ele não é representado só da forma romântica entre duas pessoas, mas também entre amigos, no amor ao próximo e claro, no amor a si mesmo. Pra mim, o ponto alto deste livro é que a escritora trás uma amizade como parte principal e não tenta romantizá-la.
Eu estava com muito medo de que fosse criado um romance entre a Be e o Ed, porque sinceramente seria horrível. Eles são personagens que nasceram para ser amigos, um romance entre eles não seria algo natural e muito menos apaixonante.

Agora, com Jacques, a escritora conseguiu criar um romance sensacional. Ele e Be são tão diferentes e se completam tão maravilhosamente bem. Ela é toda tímida, insegura e com medo do que a vida pode trazer enquanto ele tem segurança de sobra em si mesmo, se ama e está preparado para encarar o que vida tem a lhe oferecer e abraçará com vontade as oportunidades e sem dúvida alguma lutará pelo que ama.
Eu acredito que a escritora poderia ter trazido mais romance para a história, porque por mais que essa seja uma das partes principais, a relação dos dois não é tão focada, mas claro, temos que perceber que esta história acontece em cinco dias então tudo é intenso e rápido, acho que por isso é tão fascinante e claro que ficamos com um gostinho de quero mais.

Sob O Olhar Grego pede uma continuação que depois do final da história é óbvio que teremos. Espero sinceramente que seja logo, pois espero saber para onde estes personagens tão cativantes vão nos levar em uma questão de sentimentos e sensações.
Conseguindo manter uma base contínua do início ao fim, acredito que não existe final melhor para Sob O Olhar Grego, porque da mesma forma simples com que começou, a escritora consegue terminar, porém, ao mesmo tempo ela deixa o leitor curioso e ansioso para o próximo livro.
"A vida segue. Existe uma frase que se encaixa com isso: "se o passado não morrer, o futuro não nasce." Simples assim."
Sob O Olhar Grego é uma história simples que trás personagens simples, mas que com eles trazem ensinamentos, sentimentos e sensações. Em uma busca pelo o entendimento da própria vida, vamos sendo levados para uma viagem que trás o significado e a importância de aproveitar e se jogar na perspectiva de uma vida, superando medos e inseguranças pois o mundo é grande demais e sempre terá algo novo do qual se tornará uma nova experiência e ela trará sentimentos, sensações e significados, não importa como. Sob O Olhar Grego trás o significado da importância de viver e de superar seja medos, inseguranças ou qualquer coisa. Então, viva!
"Rir de si mesmo é uma grande dádiva, é saber reconhecer humildemente o que é um ser humano, e que errar é divertido, faz parte do aprendizado, do caminho."
Adquira
Mostrar Comentários
Ocultar Comentários

14 comentários:

  1. Já quero esse livro. Amei o fato dele ser simples, mas que traz uma história tão linda como essa. Fora que sou apaixonada pela Grécia, então.. hahhahaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha. Estou louca para ler esse livro. 💜
    www.blogsobrelinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oii. Eu estou realmente doida para ler esse livro. Já vi varias resenhas e tenho muita vontade de contemplar a leitura. Parece maravilhoso.
    Amei sua resenha. Apesar de ainda não ter lido ela me da a impressão que conheço os personagens e que um dia só vou revisita-los.
    Beijos.

    Blog: https://fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. OI, tudo bem?
    E essa capa maravilhosa? Adoro histórias de amor, mas principalmente que nos ensinem que amor próprio vem primeiro! Adorei a resenha!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Não conhecia o livro, mas gostei de conhecer e, após ler sua resenha, fiquei mega curiosa para ler a obra... uau! Deve ser muito boa. Valeu pela dica!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem?
    Antes de mais nada, você é um amor!!! Muito obrigada pelo carinho e pelas palavras generosas lá no blog. São esses livros despretensiosos que costumam nos dar lições, porque geralmente abrimos sem expectativas e vamos vivendo cada página e é incrível descobrir que nelas podemos nos identificar. Ou que apenas nos tocam de alguma forma. Eu acredito muito nisso, que nós temos que nos amar. Foi só quando ela decidiu se dar uma chance que conheceu um amigo de verdade e um possível amor. Todos nós temos valor, todos nós somos especiais, eu acredito nisso. Acho que é justamente a simplicidade desse enredo que eu vou gostar. Parece ser uma história muito bonita, não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!! E a foto ficou linda.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amore não sei descrever minha Alegria ao ler esta resenha! Você entendeu absolutamente toda a essência do livro <3 Muito obrigada por esta escrita linda e tão completa!!!! Beijos MIL, Bella

    ResponderExcluir
  8. Nossa, eu não li o livro, mas já fiquei bem encantada! Be parece ser uma ótima protagonista, que gera fácil empatia! E uma história simples que nos traze ensinamentos e sentimento são sempre os melhores livros <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Gostei do enredo, o livro parece ser muito bom. Ainda não o conhecia. Adorei as fotos.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Pela capa acho que nem olharia duas vezes para esse livro. Mas lendo sua resenha fiquei bastante interessada. É engraçado que nas histórias mais simples que encontramos mais profundidade.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Hey!
    Adoro como você consegue passar a profundidade e delicadeza da história para suas resenhas. Fiquei encantada!
    Adoro histórias simples com grandes lições. E quando elas consegue terminar de forma simples, como começaram, eu fico geralmente, de boca aberta! haha.
    Já amei a descrição dos personagens! Be e Ed já me cativaram muito! Talvez eu tenha que ler para amar o Jacques! haha. Mas só o fato dele ser francês e a história se passar na Grécia, já deram uma ajudinha! haha. Imagina isso, passar cinco dias na Grécia e ter a vida completamente mudada assim? Seria meu sonho? haha. Amei!
    Mil beijokas - Entre um Livro e Outro

    ResponderExcluir
  12. Oiee!!

    Que bom que curtiu a leitura! Acredito que se for ler também gostaria :D Não conhecia o livro, mas já anotei a dica!! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir