Resenha | Um Passeio no Jardim da Vingança – Daniel Nonohay

Livro: Um Passeio no Jardim da Vingança
Autor: Daniel Nonohay
Editora: Novo Século
Páginas: 304
Seja bem-vindo ao nosso futuro! As grandes cidades convivem com a divisão entre as “zonas vigiadas” e suas periferias. O uso de drogas e medicamentos é disseminado, sendo controlado por laboratórios. Implantes cibernéticos são uma realidade, aumentando capacidades e aptidões, como a de memória, para aqueles que conseguem arcar com os custos. Religiões e grupos terroristas alimentam-se do descontentamento e das diferenças sociais. Vamos acompanhar a história de Ramiro, um advogado de meia-idade, drogado, rico e sem objetivos, que tenta dar algum sentido a sua vida, após quase ser morto. Em meio à luta para retomar o controle do seu Escritório, que havia abandonado aos sócios, descobre um segredo que poderá destruir a todos os que o rodeiam e coloca a sua vida em risco. Um passeio no jardim da vingança é um caleidoscópio de anti-heróis em um mundo onde a tecnologia aumentou dramaticamente as nossas potencialidades, mas não nos tornou livres da própria natureza humana.
Ramiro é um advogado, viciado em drogas, ricos e sem objetivos, que perdeu o prazer de viver. Porém, ele é quase morto e isso o faz querer voltar a sua vida. Voltar para seu cargo de importância no Escritório, entretanto os outros sócios parecem não querê-lo de volta e por isso fazem de tudo para impedi-lo.
Ramiro é casado com Amanda. Uma mulher rica e linda, que chama a atenção de tudo e de todos com sua beleza. Entretanto o casamento deles não é nem um pouco maravilhoso, isso porquê quatro meses após o casamento, Ramiro começou traí-la descaradamente e Amanda, por vingança começa o trair com um dos sócio do Escritório. Ele sabia e ela sabia das traições dele. Era como se tivessem acertados as contas. Não brigaram, apenas seguiram com o casamento.
Depois de ter quase morrido e de querer voltar para seu cargo antigo e ser impedido pelos outros sócios, Ramiro começa sua vingança. Buscando dados e informações que acabariam com todos eles. Ninguém no Escritório era bonzinho e muito menos um santo, inclusive Ramiro, portanto, para esse, com toda a tecnologia a sua volta, não foi tão difícil encontrar esses dados, porém, ele logo foi descoberto e então, a partir deste momento, os outros também desejavam sua vinganças e o alvo era Ramiro. Todos buscam alguma vingança de uma forma ou de outra. A tecnologia tão avançada, afinal estamos no futuro, foi boa por um lado, mas conseguiu destruí-los sem nem ao menos terem percebido. Enquanto buscam por vingança, não percebem que estão acabando com eles mesmos. Um Passeio no Jardim da Vingança tem como protagonista a natureza humana.

Um Passeio No Jardim Da Vingança é dividido em dua partes, que são denominadas de Livro I e Livro II, porém, essas partes também são subdivididas em duas partes. A proposta inicial do livro parece ser que Ramiro será o nosso protagonista e de certo modo ele é, porque é por causa dele que toda a história acontece, porém, com vários personagens, todos os outros ganham destaques por suas histórias. Por suas vinganças. Até porque a história é narrada pelo ponto de vista dos múltiplos personagens, mostrando que todos são protagonistas. A razão disso é que não são os personagens os protagonistas, e sim suas personalidades. Suas naturezas humanas e é isso que conduz Um Passeio No Jardim Da Vingança.

Acredito que esse é o primeiro suspense de verdade que leio, até porque quem acompanha o blog sabe da minha paixão por romances e dramas. Bom, sendo a minha experiência com um suspense, eu estava muito ansiosa e cheia de expectativas e o que posso dizer é que simplesmente preciso ler mais livros desse gênero. A forma como Um Passeio No Jardim Da Vingança nos prende na história é surpreendente.
"Não me recordo se cheguei a perceber o que era, mas o instinto fez com que eu me abaixasse.
E o mundo explodiu."
Um ponto muito importante da história é que nenhum de seus personagens são heróis, na verdade eles são anti-heróis. Todos são ruins e bons, alguns mais ruins que outros. Isso é algo que me agradou e até me assustou um pouco. Daniel Nonohay trás uma verdade surpreendente para seus personagens, e isso me agradou porque não existe aquele personagem perfeito, muito pelo contrário e me assustou porque a realidade com que ele trás os personagens é até cruel em certo ponto, mas isso me ajudou muito na leitura porque me fez querer ler cada vez mais. Ao mesmo tempo em que mesmo com essa realidade até um pouco cruel, Um Passeio No Jardim da Vingança é aquele livro que te faz amar uns personagens e odiar outros, porque independentemente de você odiar um e amar outro, todos são fascinante.
O Ramiro é o meu favorito, sem dúvida. Ele por ser de base o protagonista porque desencadeia toda a história, é um personagem que tem muitos defeitos, mas que ainda assim é possível amá-lo, pelo menos para mim. Ele é vazio e isso é triste. Perdeu a vontade de viver e não vê graça em nada, então acredito que isso trás um lado sentimental para a história.
A Amanda, juntamente com Ramiro, é a minha personagem favorita. Primeiramente por ser a única personagem mulher da história, mas por também ser uma personagem forte. A beleza dela é surreal e ela sabe que é linda, então isso foi fascinante pra mim na personagem, porque em uma história tão cheia de tecnologia, com tantos homens, pensei que ela fosse se perder, mas muito pelo contrário, ela acaba se desenvolvendo e mostrando o que e quem ela é realmente.
Outro ponto muito importante, é que mesmo sendo um suspense, não consegui deixar o romance de lado. E eu sei, parece errado, mas eu realmente torcia para que o Ramiro e a Amanda terminassem juntos de uma forma em que eles pudessem entender seus sentimentos um pelo outro, porque sim, eu acredito que eles se amavam por mais que isso seja um ponto de interrogação no livro.
"Ela sempre me tratou bem, mesmo depois de me odiar. Mas ela me amou e, como dizem na mesa de carteado, a sorte não trata bem quem a despreza."
Um Passeio No Jardim Da Vingança é uma história que se passa no futuro, onde a tecnologia é algo do qual hoje não podemos nem imaginar e ela dominou completamente o mundo, consequentemente, as pessoas. O uso de drogas e medicamentos é algo plenamente espalhado, digamos assim, não é algo errado ou coisa assim, porém, só quem tem realmente dinheiro é que pode ter acesso a eles e aos melhores. Esses pontos da história são realmente surpreendentes e faz a mente do leitor viajar. Como imaginar que no futuro talvez iremos implantar um chip de memória em nosso cérebro? E mesmo que a tecnologia do futuro não seja exatamente igual a do livro, esta história trás um questão importante sobre até onde a tecnologia nos levará, afinal ela tem suas qualidades, isso não resta dúvidas, entretanto, como uma sociedade que hoje já é dominada pela tecnologia viverá no futuro. Será que não existirá mais contato humano? Porque isso é uma das coisas que a tecnologia trás. Um Passeio No Jardim Da Vingança nos fascina mostrando aquele futuro, ao mesmo tempo em que trás questionamentos sobre o que somos e o que nos tornaremos? O que o futuro aguarda?
"Éramos uma plateia, pairando sobre o mundo externo e seus participantes envoltos em poluição, angústias e insegurança. Vidros que imaginariamente nos transformavam em observadores, e não em participante das misérias diárias."
Este livro é realmente um suspense. O escritor conseguiu criar uma história onde você acompanha tudo com a respiração acelerada, entendem? Enquanto está lendo, mil e uma perguntas pairam em nossa mente. "Sera que ele vai conseguir?" "Como ele vai fugir?" "Ela está envolvida nisso?" "Ele vai morrer?", é como se a nossa mente não parasse por um só segundo e nos envolvemos mesmo na trama, ficando surpresa com o quanto aquele suspense pode ser tão arrebatador.

Entretanto, mesmo sendo um suspense, acredito que o autor poderia ter desenvolvido um romance de verdade entre o Ramiro e a Amanda, porém, ao mesmo tempo, é compreensível o porquê de não termos essa parte com significância. Só, que claro, para o leitor que se envolve com esses personagens, como no caso eu, acaba sentindo a falta disto na história.
"Reconhecer a verdade e refletir sobre ela, contudo, é insuficiente. O mundo das nossas pretensões e vontades é, também, o mundo daquilo que ainda não foi feio."
Infelizmente, algumas coisas não me agradaram tanto, não no sentido de me fazer querer parar de ler, até porque me fez querer ler ainda mais só para ver se era real mesmo o que estava acontecendo, porém, quando terminei o livro, foi um pouco frustante estes pontos. Por exemplo, o que acontece com Ramiro, é algo que eu não gosto. Não consigo acreditar que no final de tudo, a história poderia ser daquela forma para este personagem. Eu, neste ponto, esperava mais, queria que não tivesse acontecido o que aconteceu, não porque gosto do personagem e queria que ele se tornasse um herói, muito pelo contrário. Acho que Ramiro era um personagem com mais do que nos foi dado e por isso queria que tivesse sido diferente.
A forma como a Amanda termina na história foi completamente frustante. Em partes eu me surpreendi, porque não era algo que eu imaginava que fosse acontecer, porém, foi um surpreendente ruim, porque sinceramente não entendo como uma personagem que passa o livro todo em desenvolvimento, mostrando o quão forte é, pode simplesmente escolher o que escolheu para sua vida. Porém, é bem claro que temos uma ponta ali do que ela pode fazer em um futuro, talvez ela não tenha simplesmente feito tal escolha verdadeiramente e possa estar atrás de outra vingança. Espero sinceramente que seja isso.
O final em si dá uma ideia de que pode ter outro livro, espero que sim. Afinal, não gosto do final dos personagens. Não sei é possível, mas queria que de alguma forma o final de Ramiro fosse outro, e que desenvolvesse como falei, o romance entre ele e Amanda. Alguns personagens, como o Fábio não merecia o final que recebeu. Até, porque, o Fábio é um dos personagens que mais odiei e ele não merecia ter conquistado o que e quem conquistou no final.
Bom, pelo o que vocês podem ver, este livro tem aquela história que te faz pensar que os personagens são seus e que eles devem terminar da forma que você deseja, por isso expus minha opinião e vontade com relação aos personagens, porque esse foi o ponto alto do livro. Um Passeio No Jardim Da Vingança te faz imaginar aquele mundo, se envolver nele, mexer com suas emoções e te faz sentir milhares de sentimentos.
"Você realizava o que havia sido combinado ou não. A vida não era construída com o histórico das desculpas. Era construída por uma cadeia de consequências."
Um Passeio No Jardim Da Vingança é um livro onde o autor claramente depositou tempo, dedicação e conhecimento, porque se não tivesse deposito um desses três elementos, seria impossível criar uma história tão real, verdadeira, emocionante e surpreendente. Essa história é cruel em um nível que fascina e sabe o porquê? Porque tendo como protagonista a natureza humana, Um Passeio No Jardim Da Vingança trás a realidade para sua história. Afinal, a vida é cruel. As pessoas são conduzidas por suas emoções e tornam-se vingativas. E o mundo é permeado por mentiras. Quando o leitor embarca nesta história está sendo conduzido para o futuro, porém, ele é levado para a vida, é levado para a realidade cruel da qual se vive hoje em dia. Não é preciso estar no futuro, mas este livro te mostra isso com mais clareza. Até porque o leitor tem que ter consciência de que não está sendo levado apenas para o futuro, e sim para dentro da humanidade, com suas emoções, sentimentos e vinganças. Esteja preparado.
"Mais do que tudo, ele não tinha motivação para seguir em frente. Para continuar apenas por uma eventual vingança, se algo houvesse para ser vingado. A vida era assim. Algumas vezes você ganhava. Na maioria das outras, você simplesmente perdia. E se quisesse sobreviver, ir em frente, tinha que aceitar isso."
Adquira

13 comentários:

  1. Oieee! Eu tb sou mais de romances que suspense, mas a trama parece ser boa! Gosto quando os personagens não são rotulados e anti-heróis sempre dá pra explorar mais na narrativa! <3 Gostei da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi! Amei amei! Já quero!
    Amo livros assim. Adorei os trechos que destacou. Deve ser um desespero de leitura. Super envolvente.
    Vou colocar na lista!😊
    Beijocas

    Resenhando por Marina

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Que resenha maravilhosa.
    Eu estava curiosa para saber mais sobre esse livro e me espantei que a traição virou uma bola de neve, até chegar o ponto que chegou. Gostei também dessa foto da tecnologia também soar como vilã. Parece ser bem interessante.

    tenha um ótimo final de semana :D
    Nana - Canto Cultzíneo / Novo Twitter

    ResponderExcluir
  4. Oláaa!!!

    Divulgando meu espaço achei o seu, mas terei que voltar com mais tempo, é muita coisa boa por aqui, rs...
    Faça-me uma visita, te aguardo...
    https://palavrandoels.blogspot.com.br/

    Bjss da Mila!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu também sou a louca dos romances e dramas, rs.
    Mas acho válido mudarmos os gêneros um pouco, isso enriquece mais a leitura, né?
    Uma obra bem interessante, não a conhecia. Adoro esse selo 'Talentos da Literatura Brasileira', tem muito autor se destacando por publicar nele.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa ameii a resenha, eu amo romance e quando entrei em um tema diferente eu odiei o livro, quero sair da minha zona de conforto e explorar mais, sua resenha foi bem explicada e detalhada, mas não sei se iria gostar, mas como eu disse "Não sou acostumada", mas irei dar uma chance.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oi! Claramente é um livro que mexeu com suas emoções hahaha acho que não teria psicológico para isso. Mas com certeza é interessante o enredo feito pelo autor e também a ideia da tecnologia acabar com os laços humanos. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Eu quero ler esse livro. Amei essa capa e o título. Sou muito fã de livros de suspense e esse me pareceu ser ótimo. Adorei uma parte da sua resenha onde você disse sobre pensarmos que os personagens são nossos e queremos que eles terminem da forma como desejamos. Quando acontece esse apego, a história se torna ótima. Indico que você leia livros do Harlan Coben, ele é o mestre do suspense.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem???
    Puxa que resenha maravilhosa ein!!!
    Menina fiquei apaixonada por esta capa... é muito a minha cara e lendo sua resenha percebo que se trata de um suspense, fiquei mais apaixonada ainda, sério. Amo suspenses.. e esse parece ser dos bons... porque temos tecnologia e vingança... Geralmente fica estranho quando o romance é um pouco mais forte no suspense... eu particularmente não curto, mesmo eu sendo uma romântica incurável. Bom levei em consideração as tuas ressalvas, até para ter uma base do que esperar da leitura né... adorei a dica!!! Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ooooi!

    Nossa, que assunto delicado, hein? Acho que vou deixar passar. Sei que vou me sentir meio "pesada" com a história, sobre essa vingança entre o casa. Sinto que preciso me preparar muito ais para ler haha Sua resenha está ótima! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  11. Apesar de você não ter gostado do fim do livro (que tive a impressão que se relacionou por não ter a parte de romance no livro, o gênero que você aprecia), eu fiquei muito impressionada com o livro e já anotei o título aqui porque eu quero muito ler. Eu adoro um bom suspense e aquele tipo de leitura que te faz questionar, imaginar mil coisas e eu gosto bem de um final 'não feliz' também ahahah
    Achei sua resenha ótima, super completa (apesar de alguns pontos serem quase spoiler kkkk porque é certeiro que Amanda e Ramiro não se dão exatamente bem no fim e muito menos juntos) e gostei da forma como você descreveu as sensações que o livro te trouxe, tanto as boas quanto as más.
    xoxo

    ResponderExcluir
  12. Oiiiii.
    Eu li esse livro e adorei a leitura dele, muito boa mesmo, a sua resenha ficou ótima, parabéns.
    Pena que você não gostou do final... srsrsrsrrs

    Beijos :**

    Literatura Por Amor
    Top Comentarista

    ResponderExcluir
  13. Amo livros que retrata sobre isso da tecnologia, e livros de suspense nunca li (ainda), mas amo filmes/séries assim, então provavelmente vou gostar de livros, já tinha visto esse título mas nunca parei para ler a sinopse nem a resenha, e super me interessei.
    Beijos,
    Garota Perdida nos Livros

    ResponderExcluir