3 Casais que tiveram os piores dates da literatura

Recentemente, no Twitter, a #DateRuim viralizou entre todos e rendeu muitas gargalhadas. Sendo bem diversificada, com pessoas mostrando seus piores encontros ou encontros que se tornaram muito engraçados, é fácil ver alguns personagens literários nesta hashtag.
Por isso, adaptando-a um pouco, hoje trouxemos três encontros entre personagens da literatura que podem fazer parte deste viral.

SOPHIE E KOMMANDANT | A GAROTA QUE VOCÊ DEIXOU PARA TRÁS – JOJO MOYES

Sophie é uma das protagonista desta história, mas, não forma diretamente um romance com o Kommandant, contudo, realmente acontece um "encontro" entre eles que é horrível de todas as formas. 
Sophie é casada e completamente apaixonada por Édouard, mas ele está lutando na Primeira Guerra, e ela para manter sua família em segurança é obrigada a colaborar com oficiais alemães, cozinhando para eles. Porém, não só isso, o líder, o Kommandant acaba se interessando por ela e principalmente pelo quadro que o marido fez dela. Em um jogo de interesse e desesperada para saber se o marido está vivo, Sophie acaba se encontrando com o Kommandant e mesmo não querendo, acaba tentando passar uma noite com ele em troca de informações, mas isto acaba levando a complicações maiores e ela é mandada embora. 
Mesmo que no final consiga encontrar-se novamente com o marido, Sophie acaba tendo seu pior encontro já desde o início com o Kommandant só para ter certeza de que poderá ver Édouard novamente.
"E ela é bem bonita. Não consigo parar de olhar para ela. Em vista de tudo o mais que parece estar acontecendo por aqui, é bom ter algo belo para olhar."

QUENTIN E MARGO | CIDADES DE PAPEL – JOHN GREEN 

Não sendo nem um pouco popular, Q sempre foi apaixonado por Margo que é oposto dele em tudo. Eles já foram amigos, pois eram vizinhos, mas na adolescência foram se separando e quando Q achava que ela nunca mais iria falar com ele, ela surge na janela de seu quarto. 
Indo com ela para uma noite de vingança, Q desfruta de todos os momentos em que passam juntos, mesmo os mais estranhos e aquela noite se torna um verdadeiro sonho. Ela estava falando com ele novamente. Eles estavam naquilo juntos. Era praticamente um encontro. E tudo seria assim daquele noite em diante.
No entanto, ao acordar no outro dia, Margo sumiu. Ela, literalmente, foi embora. Foi-se para as cidades de papel e a única coisa que lhe restou foram pistas bem misteriosas de como, talvez um dia, encontrá-la. Quando achou que tudo seria perfeito, Q percebeu que aquela noite seria somente aquela noite e nada mais.
"E então ela me encarou: – É como uma promessa. Pelo menos esta noite. Na saúde e na doença. Na alegria e na tristeza. Na riqueza e na pobreza. Até que o sol nos separe."
Nat Wolff e Cara Delevingne interpretam, respectivamente, Q e Margo na adaptação cinematográfica da série.

MARLEE E CARTER | A ELITE – KIERA CASS

Marlee, entre todas as selecionadas, era sem dúvida alguma a favorita do público. Mesmo desejando conhecer melhor o príncipe e por mais que tivesse o mesmo encanto inicial que todas as outras tinham por ele, ela, que fica entre a elite, acaba não demonstrando mais interesse pelo príncipe e logo é revelado o porquê.
Marlee se apaixona, mas não pelo príncipe e sim pelo guarda. Pelo Carter. Mas, infelizmente, em um de seus encontros secretos com o guarda, eles acabam sendo pegos e o que poderia ser mais um maravilhoso encontro acaba se tornando a maior tortura deles. Condenados por trair o príncipe, ambos são açoitados em frente a todos, como lição e mesmo sangrando, nada disso é pouco, já que são condenados e tirado de suas castas. Marlee e Carter ao se entregarem ao amor em um encontro acabam sendo levados para consequências tristes e que deixam cicatrizes profundas, tanto emocional quanto fisicamente.
"Marlee encarava Carter, que esticou o pescoço para devolver aquele olhar. Era impossível não notar o medo de ambos, mas havia no rosto dela algo que tentava dizer a Carter que ele valia tudo aquilo."
Nem na literatura os casais estão livres de encontros ruins, então o que esperar da realidade, não é? Ainda assim, estes encontros não tão bons nos permitem histórias tão fascinantes. Qual é a sua favorita?

6 comentários:

  1. Olá, Gabi.
    Acho que tive mais encontros desse tipo do que realmente bons hehe. De todos citados só li A Elite e esse encontro deles foi péssimo hehe. Mas gosto quando tem esse tipo de coisa nos filmes de comédia romântica, sempre rendem bons filmes. Já nos livros não gosto tanto porque dai fica aquela enrolação.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi,
    Acho que o pior date é o da Quentin e da Margot. HAHAHAHA
    Aliás, nem é um livro muito bom para mim, rs.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gabi!

    Nos livros que eu leio tem cada date ruim que nossa senhora! Desses, eu li A Elite e foi horrível essa parte. O que eu sempre recomento é que leiam a Seleção até o livro A Escolha hehehe

    Bjão,
    Querida Cretina

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Eu gostava muito da Marlee, adoro esta série, mas foi tenso o que aconteceu com eles né.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gabi!
    Adorei a ideia do post ser baseada no #dateruim..
    Achei que da Seleção você ia citar a America dar uma joelhada no Maxon tendo sido encontrada chorando no jardim, hahahaha.
    Esse que você escolheu é bem mais tenso.
    Conheço todos esses e adorei você ter lembrado de A Garota Que Você Deixou Para Trás.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir