Personagens LGBT de livros famosos | Dia Internacional do Orgulho LGBT

Sendo dia 28 de junho, o dia Internacional do Orgulho LGBT, é possível ver na internet diversos conteúdos sobre o assunto, até porque é um dia importante. Afinal, a sociedade sempre fez as pessoas sentirem vergonha de si mesmas por causa da sua orientação sexual, caso a pessoa não fosse hétero. Por isto, comemorar o dia do orgulho LGBT é a forma de mostrar que pessoas são pessoas, independente de orientação sexual e que todos devem sentir orgulho de si mesmo. Pensando nisto, neste post trazemos personagens LGBT, protagonistas ou não, que fazem parte de livros que são conhecidos por muitos leitores e que até se tornaram Best-Sellers.

ARIANE | FALLEN (APAIXONADOS) – LAUREN KATE

Sendo uma das personagens coadjuvantes da série literária Fallen, Ariane é uma das personagens mais carismática e uma das favoritas de muitos leitores. No início, sendo só parte da história da Luce, Ariane é uma pessoa alegre, extrovertida e tudo mais, porém, a autora vai explorando a personagem, que descobrimos ser, também, um anjo caído. É muito claro que a personagem tem muito a oferecer e talvez uma carga dramática maior, já que acontece um suspense em volta de suas cicatrizes, porém, é só no Spin-Off, Apaixonados, que a personagem ganha seu próprio conto e então somos levados a sua história envolvendo um relacionamento e então a gente a vê como uma personagem homossexual. Tendo sido uma surpresa para muitos, o romance da personagem é muito interessante e representa bem a personagem, porque ela é livre e ama pessoas. A personagem consegue trazer isso, pois o leitor já está tão habituado a sua personalidade que entende que não importa se é um homem ou uma mulher, é uma pessoa. Mesmo que o conto seja curto, nos apresenta muito mais da Ariane e também da sua lealdade consigo mesmo, pois por mais que ame Tess – um anjo caído que ficou do lado de Lúcifer, tornando-se um demônio –, ela é verdadeira com os seus ideais, mas isso não quer dizer que ela não ame a Tess, só mostra que ama demais, pois seria impossível, já que estão em lados tão opostos.
Daisy Head interpreta a personagem na adaptação cinematográfica do livro.

WILL GRAYSON e TINY COOPER | WILL & WILL - UM NOME, UM DESTINO – JOHN GREEN E DAVID LEVITHAN

Escrito por dois grandes autores da literatura jovem, John Green e David Levithan, Will & Will nos traz dois protagonistas com o mesmo nome – Will Grayson –, um hétero e o outro homossexual. Sendo o protagonista da história, Will está em um relacionamento online com um garoto, até porque ninguém sabe sobre sua sexualidade. Muito menos sua mãe, pessoa da qual ele tem medo de contar. Sendo bem tímido, ele se fecha e parece ser reprimido, muito por sua orientação sexual, pois não saberia como agir com as pessoas o julgando. Porém, do outro lado da história, temos Tiny Cooper, amigo do outro Will. Tiny é gay e não esconde isso de ninguém. Ele sabe quem ele é, tem orgulho de si mesmo e não tem vergonha de mostrar isto para os outros. 
Por coincidências do destino, Will e Tiny irão se conhecer e passam a gostar um do outro, entretanto, sendo tão diferentes, a relação deles passa a ser um grande ensinamento, principalmente para Will que precisa aprender a sentir orgulho de si mesmo. Tiny mostra isto e mostra que por mais que o mundo possa ser cruel, talvez a pessoa que você menos espera é a quem vai lhe abraçar e dizer que tudo vai ficar bem. O contraste entre esses dois personagens é maravilhoso, até por mostrar as diferenças entre uma pessoa que teve apoio e se aceita, enquanto o outro, com medo, se reprime cada vez mais. De forma leve e com este contraste podemos ver a homossexualidade sendo muito bem tratada em uma história para jovens.
"– Tiny é gay – diz alguém.
O treinador gira na direção do banco e grita.
– Ei! Ei! Nada de insultar os companheiros.
– Isso não é insulto – diz Gary.
Mas ele não é mais Gary. Não é Gary falando. Sou eu.
– É só uma coisa, tipo, algumas pessoas são gays, assim como outras têm olhos azuis."

DARREN | POR UM TOQUE DE OURO - CAROLINA MUNHÓZ 

Escrito pela autora brasileira, Carolina Munhóz, este personagem faz parte da trilogia Trindade Leprechaun, que começo com o livro Por Um Toque de Ouro. Sendo muito rico, assim como a protagonista, sua melhor amiga, Darren é um personagem carismático por sua personalidade espontânea e por sua alegria. O melhor de tudo é que logo de cara, a autora já nos mostra que ele é gay. Não é uma história que mostra todas as qualidades do personagem para o leitor gostar dele e,  só depois conta que ele gay. Infelizmente vemos isso acontecer em muita histórias, como se autor já estivesse pressentindo um preconceito do leitor com o personagem gay. Darren é o Darren e ele não tem medo e nem vergonha de ser quem é. Ele é gay e gosta de ficar com vários garotos, isso não faz dele uma pessoa ruim. A forma engraçada como ele fala sobre tudo e sobre si mesmo nos mostra um personagem que teve um boa base familiar e de amizades quando se assumiu, o que faz com que ele sinta orgulho de si mesmo e não tenho medo da rejeição que algumas pessoas possam sentir. A evolução do personagem dentro da história é bem significativa, mas o interessante é que neste livro de fantasias não temos uma história sobre um amigo gay, temos um amigo, ele ser gay, não é algo tratado como polêmico, pois, a verdade é que não deveria ser polêmico. 
"Nunca se preocupara com isso, mas suas amigas viviam dizendo: mulheres abrem seus corações com facilidade. Homens os machucam com a mesma desenvoltura."

NATALIE E HANNAH | CARTAS DE AMOR AOS  MORTOS – AVA DELLAIRA

Primeiro romance publicado pela escritora Ava Dellaira, Cartas de Amor Aos Mortos é um livro que vem para trazer diversos temas que infelizmente acontecem na nossa sociedade constantemente e um deles é a homofobia que, tristemente, parte muitas vezes da própria família. Natalie é uma jovem aspirante à desenhista e secretamente apaixonada pela sua melhor amiga, Hannah, que é uma jovem cheia de sonhos, mas também cheia de medos. Trocando sempre de namorado, Hannah também é apaixonada por Natalie, mas nunca poderá assumir essa relação, pois seu irmão, não aceitaria, até a machucaria só por ser quem se é.
Tendo um carga mais pesada que os outros livros, nesta história, essas duas personagens lésbicas, vivem o medo de se assumirem, pois sabem do preconceito que irão sofrer, principalmente Hannah, já que seu irmão a agride fisicamente. Representando muito bem as pessoas que infelizmente sofrem diariamente por causa da homofobia, Hannah e Natalie são personagens reais e que ganham bastante destaque na história, mesmo não sendo as protagonistas.
"– Você me ama?
– Claro – Hannah disse, secamente. – Mas as pessoas não vão entender. Vão destruir isso e transformar em outra coisa.
Natalie parecia arrasada.
– O amor não é um segredo. Não posso fingir que não tem importância. Tem, não é?"
Infelizmente, o preconceito contra a comunidade LGBT está presente até na literatura, pois por mais que exista, o número de histórias que ganham visibilidade ao representar essas pessoas são poucas. Estamos caminhando para uma melhoria e talvez um dia conseguiremos ver pessoas lendo uma história e não se importando com a orientação sexual dos personagens. Uma atitude que precisa acontecer na vida real também. Ninguém tem que sentir vergonha de si mesmo, pois, sermos todos diferentes deveria ser motivo de orgulho. Não só para os héteros. Para todos!

4 comentários:

  1. Não li nenhum desses mencionados! To louco pra ler Me Chame Pelo Seu Nome.

    http://clebereldridge.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Já conhecia o livro Will e Will. Adorei sua abordagem no post. Viva o amor!
    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gabi
    Acho legal e muito importante ter um dia para esse dia tão importante na vida de tantas pessoas. Eu não li nenhum dos livros exceto Fallen e nem lembro dessa personagem pra falar a verdade, mas conheço vários personagens gays muito legais que dá vontade de ter na nossa vida.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi!! Tudo bem?
    Parabéns pelo blog, ele é todo lindo, amei. E o conteúdo é o que há de melhor. Estarei sempre aqui (posso demorar porque minha vida é super corrida kkkk, mas apareço). Já estou seguindo ♥
    Beijos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com/

    ResponderExcluir